Figado hepatite virus

O QUE É?

A Hepatite é uma inflamação no fígado, e pode ser causada por bactérias, vírus e agentes tóxicos. A Hepatite B é uma das mais comuns, sendo considerada problema de saúde pública importante, com mais de 100.000 casos registrados na última década. A incidência vem aumentando nos últimos anos: em 2009, o número de casos foi cerca de dez vezes maior do que em 1999.

 

TAXA DE DETECÇÃO DE HEPATITE B (POR 100.000 HABITANTES) SEGUNDO REGIÃO DE RESIDÊNCIA POR ANO DE NOTIFICAÇÃO. BRASIL, 1999 A 2010.

grafico hepatites virais no brasil

SINTOMAS

A maior parte dos casos de hepatite B não apresenta sintomas. No entanto, algumas pessoas podem desenvolver sintomas leves, semelhantes aos de um resfriado, além de pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Esses sinais normalmente aparecem de seis semanas a seis meses após a infecção.

Apesar de a maioria das pessoas ter uma infecção de curta duração, da qual se recupera rapidamente, é possível que a hepatite B se torne crônica, ou seja, tenha duração maior que seis meses. Os pacientes com hepatite crônica podem transmitir a doença durante a vida, sem saber que estão contaminados. Todos os pacientes com hepatite crônica correm o risco de desenvolver doença hepática potencialmente fatal, cirrose ou câncer do fígado. Como a hepatite é uma doença silenciosa, isto é, demora a apresentar sinais ou sintomas, é necessário consultar o médico regularmente.

PREVENÇÃO

A maneira mais eficaz de evitar a hepatite B é por meio da vacinação, realizada em 3 doses. Desde 1998, a primeira dose é administrada a recém-nascidos, ainda na maternidade, dentro do programa nacional de imunização. Adolescentes e adultos não vacinados contra a hepatite B na infância devem receber a vacina o mais precocemente possível. A vacina também é recomendada durante a gestação caso a gestante não tenha recebido a vacina antes.

A vacina de hepatite B faz parte do calendário de vacinação de crianças, adolescentes e adultos recomendado pelo Ministério da Saúde e pelas principais sociedades médicas.

Além da vacinação, é muito importante o uso de preservativos, já que a hepatite B é uma doença sexualmente transmissível. Deve-se ter atenção ao compartilhar objetos de uso pessoal, como escovas de dente, material de manicure e lâminas de barbear, que também podem ser meios de transmissão.

ESQUEMA DE IMUNIZAÇÃO RECOMENDADO PELA SOCIEDADE BRASILEIRA DE IMUNIZAÇÃO
1ª dose
na data escolhida
2ª dose
1 mês após a primeira dose
3ª dose
6 meses após a primeira dose

TRANSMISSÃO

O vírus da hepatite B é facilmente transmitido por meio do contato com qualquer secreção do corpo da pessoa contaminada, incluindo sangue, sêmen, secreções vaginais e contato com ferimentos na pele. O contato íntimo/sexual com alguém infectado é um dos principais meios de transmissão da doença. As grávidas devem realizar o pré-natal e o exame para hepatite B, pois pode haver transmissão de mãe para filho.

grafico hepatites virais no brasil bars

Referências bibliográficas:

1. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Ministério da Saúde divulga mapa das hepatites virais no Brasil entre 1999 e 2010. Disponível em: http://www.aids.gov.br/noticia/2011/ministerio_da_saude_divulga_mapa_das_hepatites_virais_no_brasil_entre_1999_e_2010

2. Ministério da Saúde. Programa Nacional de Imunizações - 30 anos. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/livro_30_anos_pni.pdf

3. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Hepatites virais: o Brasil está atento. 2 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

4. Sociedade Brasileira de Imunização. Calendário de vacinação do adolescente. Disponível em: http://www.sbim.org.br/wp-content/uploads/2012/07/Adolescente_2012.pdf

5. Sociedade Brasileira de Imunização. Calendário de vacinação da criança. Disponível em: http://www.sbim.org.br/wp-content/uploads/2012/07/Crianca_2012.pdf

As informações aqui exibidas não substituem a conversa com o médico, apenas ele poderá orientá-lo(a) sobre a maneira mais adequada de se prevenir contra o HPV e as doenças relacionadas.